Daily Archives: May 12, 2017

Saint-Côme-d’Olt – Cativante Medievo

Saint-Côme-d’Olt foi uma grata surpresa para os participantes da nossa maravilhosa viagem. Todo o seu perímetro urbano é cercado por muralhas medievais que permitem adentrar na cidade através de suas três portas fortificadas. Sublime medievo. Vilarejo cativante que fez a todos maravilhar-nos com a sua conservação datados em sua maioria dos séculos XV e XVI. Pude sentir o medievo pulsar em minhas veias. As ruas nos convidavam para um passeio medieval. Momentos inesquecíveis. 23.04.2015, o medievo é hoje.

O ônibus estacionou em frente a Place de la Porte Théron e andamos felizes e maravilhados com a cidade velha. Do outro lado da área fortificada descobrimos o elemento primordial da exuberante vila medieval; a sua bela igreja, símbolo da comunidade de Saint-Côme-d’Olt, (basicamente por causa de seu sino trançado, torneado). Fui o primeiro a chegar em suas escadarias e lá encontrei um típico agricultor francês que lá tinha ido fazer as suas preces. Em espanhol falamos e ele me deu as primeiras considerações e dados históricos do lindo prédio. Igreja Gótica Flamboyant, foi construída entre 1522 e 1532 pelo arquiteto Jean Salvanh. A torre sineira é certamente uma raridade em França, mas se também destaca o portão de entrada, (porta principal da igreja) uma vez que é adornada por 365 medalhões cravados com pregos de ferro forjado, datada de 1522. Uma preciosidade artesanal de uma beleza estonteante.

Seu interior é gótico e tem mobiliário dignos de interesse, como um Cristo feito em madeira nogueira do século XV, um retábulo barroco todo entalhado com uma Pietá em madeira dourada do século XVIII. Preciosidades dignas de registro pela qualidade dos trabalhos.

Seguimos entusiasmados pelas ruas medievais da pequena cidadezinha e a cada passo nos deparávamos com ruelas notadamente preservadas. A comunidade se empenha ao máximo para manter as características do povoado da melhor maneira possível.

Em frente à igreja se encontra “Le Manoir des Sires de Calmont, atual prefeitura da cidade. O edifício foi construído no século XII pelo Conde de Calmont e apesar de ter sido restaurado várias vezes, o tempo o castigou. No entanto preserva duas torres do século XIV que chamou muita a minha atenção pelos dados arquiteturais medievais que contém. Embora fosse um internato religioso escolar até 1891, depois passou para as mãos da família Castelnau Curières que vendeu para o município em 1970 onde foi instalada a Câmara Municipal.

Caminhamos pelas suas ruas ainda por um bom tempo e regressamos à cidade velha até chegar à “La Maison des Consuls Rodelle”, localizada em uma das ruas mais antigas da vila (Rue du Four) mais uma vez observamos várias casas do século XIV, XV e XVI. Destaca-se as suas janelas de formas curiosas e bem cuidadas.

Retornando ao ônibus percebi que sentiria uma enorme saudade desta pequenina, mas bela cidadezinha francesa. Acolhedora nos proporcionou retornarmos ao sublime medievo. Simples e espontâneo. Até a volta.

Paulo Edmundo Vieira Marques – Professor, Historiador e Escritor Medievalista.

Post Footer automatically generated by wp-posturl plugin for wordpress.