Saint-Antonin-Noble-Val – Os Primórdios do Cristianismo em Aveyron

x4380x4387

Saint-Antonin-Noble-Val (Saint Antonin em occitano) é uma linda cidade medieval na comuna de Tarn-et-Garonne, departamento no Midi-Pyrénées região no sul da França. Um lindo monumento medieval a céu aberto. Encantadora e emocionante experiência.

A cidade tem o nome de Antonino de Pamiers, que trouxe o cristianismo para a região de Rouergue. Ele foi martirizado em 305 D.C., quando a sua tentativa de cristianização não deu certo. Mas a semente fora plantada.  Acredita-se que os seus restos mortais possam estar enterrados em uma abadia da cidade fundada no século IX por Festus, o governante local da Vallis Nobilis. Conta a lenda que Saint Antonin foi o primeiro evangelizador de Rouergue (atual Aveyron), o que influenciou na escolha do nome da cidade

A implantação do cristianismo foi sedimentada e ampliada pelos beneditinos no século XI, e foi concretizada por volta de 1150. No final do século XII passou para o controle dos agostinianos, Cônegos Regulares . Hoje, existem apenas alguns fragmentos que sobreviveram, mas as referências da arquitetura da época permanecem intactas.

As ruelas, são maravilhosas, as esquinas impressionam pela preservação, os prédios conservados nos remetem ao passado. Em cada cantinho encontra-se um café, que por sinal foi um dos melhores que até hoje eu tive oportunidade de degustar.

x4388

Saint-Antonin tem a câmara municipal mais antiga da França. A primeira menção registrada data de 1155, serviu como casa residência nobre dos mandatários da cidade. Em 1212 foi comprado pelos cônsules (vereadores) e foi referida como La Maio del Cossolat. Os cônsules a desocuparam em 1791 e hoje abriga um museu local. Por sinal de inúmeras peças. Interessantíssimo.

O antigo castelo de Vallette (castrum vallatum) foi construído em 1180 por Fortuné de Valletta, filho do visconde Archambauld, que morreu na Terra Santa em 1190. Este castelo está localizado no topo de um penhasco íngreme com vista para o Aveyron, pertinho de St. Antonin, e suas ruínas ainda são visíveis. Também é conhecido como Château de Bône. (A família Vallette deu seu nome à capital de Malta, Valletta, que foi fundada pelo Grão-Mestre da Ordem de Malta, Jean Parisot de la Valette.

O Canal de Bessarel, é de uma beleza ímpar, foi construído no século XIII para atender a um moinho da cidade com a sua fábrica de curtumes, ainda hoje em funcionamento.

x4383

Os senhores de Saint-Antonin adotaram o Catarismo, o que resultou na tomada da cidade por Simon de Montfort, em 1212. Triste passagem da linda vila, com inúmeras pessoas mortas e torturadas. A cidade foi sitiada durante a Guerra dos Cem Anos e duramente castigada pelos ingleses. Durante as Guerras de Religião, o povo da cidade sofreu ainda mais. Tendo adotado a Reforma, a cidade foi pega na luta entre católicos e protestantes e vários monumentos foram tristemente destruídos. Em 1622, durante a rebelião Huguenot , Louis XIII tomou a cidade. Louis XIV, renomeou a cidade para Saint-Antonin-Noble-Val e financiou melhorias importantes. Tornou-se um importante fornecedor de couro e roupas de cama. Em 1681, os protestantes foram excluídos da política e do conselho da cidade, mas a cidade ainda tem um importante templo. Após este período a cidade gradualmente perdeu seus privilégios e sua influência diminuiu. Por um período, após a Revolução Francesa, a cidade foi chamada de Libre-Val, mas logo voltou ao nome Saint-Antonin.  Em 1962, Noble-Val foi acrescentado ao nome da cidade mais uma vez.

Hoje, Saint-Antonin-Noble-Val ainda tem uma estrutura medieval autêntica; as ruas e muitas fachadas do centro da cidade não se alteraram durante 800 anos. Ela apresenta uma série de construções com pedras arqueadas e casas em enxaimel* e passarelas com pórticos intrigantes e espetaculares, ahhh e posso sentir o delicioso cheiro do café serpenteando as ruelas maravilhosas da saborosa, histórica, Saint- Antonin-Noble-Val.

x4385

*O Enxaimel, ou Fachwerk (originário de “Fach” assim denominavam o espaço preenchido com material entrelaçado de uma parede feita de caibros), é uma técnica de construção que consiste em paredes montadas com hastes de madeira encaixadas entre si em posições horizontais, verticais ou inclinadas, cujos espaços são preenchidos geralmente por pedras ou tijolos. Os tirantes de madeira dão estilo e beleza às construções do gênero, produzindo um caráter estético privilegiado. Outras características são a robustez e a grande inclinação dos telhados. Na adaptação do enxaimel às características climáticas da região, foi necessária a implantação, por conta da elevada umidade local, de uma estrutura feita de pedra que sustenta as construções evitando que a madeira se molhe.

Professor e Historiador Paulo Edmundo Vieira Marques

Post Footer automatically generated by wp-posturl plugin for wordpress.

Tiny URL for this post:
 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *