Daily Archives: November 11, 2015

Najac – A Fortaleza de Aveyron

u1901

Se essa rua fosse minha eu mandava ladrilhar com pedrinhas de brilhantes até o castelo eu chegar.

Quando descemos do ônibus naquela manhã linda de primavera, todos pressentimos que entraríamos em um mundo mágico do medievo. A bela vila nos aguardava, majestosa. O frio da manhã começava a dar espaço a um calorzinho gostoso pois começávamos a caminhada rumo ao castelo encantado. A trilha apesar de sinuosa e de um aclive acentuado nos passou desapercebidos, pois a paisagem em seu caminho era de uma beleza ímpar. A partir da praça principal em uma extremidade da cidade, a rua desce abruptamente, um declive acentuado com paisagens esplêndidas e arquitetura medieval soberba e bem preservada. Logo em seguida subimos, subimos e subimos, mas o seu desfecho é monumental. A fortaleza nos aguarda, imponente, preservada, uma história viva. Caminhamos no medievo.

u1902

A vila de Najac, no Sul da França, se estende por apenas uma rua e seus arredores, mas tem diversas atrações históricas. Quem anda pela maravilhosa cidade pode ver, no meio de suas casas antigas, uma igreja gótica do século XIII, uma capela do século XIV hoje convertida em residência de um morador local permanente, uma fonte do século XIV ainda em funcionamento e a joia do local: um castelo construído em meados do século XIII, bem conservado apesar de estar há muito tempo desabitado, pois pertence ao patrimônio cultural francês e sofre, graças a Deus, seguidas restaurações. A fortaleza em si é um marco, no topo da colina, com vista para todos os lados. Com a vista panorâmica, você poderia com certeza ver os seus oponentes virem de todas as direções. Creio que o Castelo de Najac, durante a Idade Média, possuía uma das melhores localizações de defesa contra ataques inimigos. Posição muito privilegiada.

u1904

O castelo de Najac foi obra de Alphonse de Poitiers, irmão do rei Luís IX, e faz parte de uma rede de castelos reais que se estendem pelo vale de Aveyron. Ele foi construído em 1253 com uma arquitetura totalmente defensiva, que inclui escadarias estreitas e portas baixas para dificultar o avanço do inimigo.

Ao longo da história, sua masmorra serviu de prisão para muitos soldados, inclusive para os Cavaleiros Templários (ordem que protegia cristãos na Idade Média), detidos em 1307.

A segurança era reforçada por seus grandes “archères” – fendas estreitas nas quais os arqueiros se posicionavam para lançar flechas. No castelo de Najac, elas medem 6,8 m de altura e permitiam que até três arqueiros disparassem ao mesmo tempo, sendo consideradas por alguns as maiores do mundo.

u1900

Os visitantes também gostam de conhecer e nós a conhecemos, a passagem secreta que existe no interior dos muros do castelo, protegida por inúmeras portas, que leva da torre à capela.

Quem subir até o alto da construção também pode aproveitar a vista panorâmica do vale, que inclui as montanhas, a vila rodeada de florestas, o majestoso Aveyron e a zona rural. A subida das escadarias é íngreme, mas vale a pena, pois o vale fica aos seus pés. Você se sente realmente como O Senhor do Castelo. Ficamos todos nós maravilhados com a linda vila. Realmente nos marcou muito. De volta à entrada da cidade, com fome em virtude da longa caminhada, fomos agraciados com um almoço digno dos reis.

Najac, muito obrigado por nos dar lindas recordações para o resto das nossas vidas. Obrigado fortaleza de Aveyron.

u1905
Professor, Historiador Paulo Edmundo Vieira Marques

Post Footer automatically generated by wp-posturl plugin for wordpress.